"OS TRAIDORES DA RAÇA"

É assim que militantes de grupos de combate ao racismo, como os que ilustram essa imagem, são chamados pelos colegas do movimento negro, quem é contra as cotas sofre ameaças, perde financiamento e cargos públicos

Definir quem tem direito às vagas com base na cor da pele será motivo de polêmicas infindáveis e injustiças irreparáveis

A biologia do ensino médio explica que o biótipo (carga genética) não tem manifestação completa e automática sobre o fenótipo (aparência). Isso significa que pessoas de ancestralidade negra podem parecer menos negras do que alguns brancos com um “pé na cozinha”, como era comum no passado se referir a brancos com algum antepassado negro na família.

 A RAÇA SOCIAL
HENRIQUE CUNHA Jr., professor titular da UF/Ceará, respeitado estudioso e militante histórico do Movimento Negro contra o racismo diz…
” A raça biológica foi um CONCEITO SOCIALMENTE criado. Hoje a biologia tem abolido o conceito de raça biológica e trabalhado com a formulação da diversidade dos espécimes. A razão fundamental é de natureza ÉTICA devido o uso que se fez da RAÇA BIOLÓGICA e as tragédias humanas obtidas. Para a destruição das idéias do racismo é importante eliminarmos o conceito de RAÇA.” 
“Paradoxalmente hoje parte do movimento negro procura formular o combate ao racismo pela AFIRMAÇÃO do conceito de RAÇA SOCIAL Sendo que a raça social é equivalente a RAÇA BIOLÓGICA, pois ambos foram SOCIALMENTE CONSTRUÍDOS. A razão desta afirmação sobre raça social para os movimentos negros é dar consistência a unidade e a especificidade das causas da população afrodescendentes. No discurso política a denominada  ́questão de raça ́ era contraposta a  ́questão social ́. Um erro de formulação do problema que reforçou o outro erro, o da afirmação em torno da questão de raça social. A raça social paira hoje como importante para os racistas, pois sem ela não existe argumento racial, e se torna fundamental para um setor do movimento negro pois sem ela não existe unidade de causa. A minha formulação é na direção de SUPERARMOS A RAÇA SOCIAL e tomarmos a especificidade da população negra pelos elementos da história e da cultura.”.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em dezembro 3, 2011 às 4:23 am e está arquivada sob militantes contra cotas, movimento negro, negro contra negros, negros contra cotas, questao social, raça biologica, raça social, revista veja, revista veja negros. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: